Renata Abreu trabalha pela habitação popular

No último dia 1º de maio, um prédio de 24 andares localizado no Centro de São Paulo desabou por conta de um incêndio. O edifício era ocupado ilegalmente por pessoas que precisavam de moradia. Esse acidente com vítimas fatais mostrou, mais uma vez, o problema da falta de investimento em habitação para a população de baixa renda nas grandes cidades.

“Por isso é necessário lutar por moradia para pessoas de baixa renda em nosso país”, afirma a deputada federal Renata Abreu, que trabalha junto com lideranças comunitárias que atuam na área da habitação popular.

Renata esteve na Secretaria de Habitação do Ministério das Cidades para solicitar que a Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) prorrogue o prazo de inscrição de projetos de moradia popular, pois quatro entidades pedem a construção de mais 140 novas casas em Perus. “Essas famílias vão poder morar com dignidade quando o projeto for concluído”, enfatizou a parlamentar.

Ela também foi a Secretaria do Patrimônio da União (SPU), para saber do andamento do processo que cria o Projeto Habitacional Vila Clarice. Empolgada, ela informa que a única pendência no momento é a SPU responder as exigências do cartório.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *