Força-tarefa da Lava Jato em Curitiba se posiciona contra indulto natalino nos crimes de corrupção

Negros ganham metade da renda de brancos; igualdade levará mais de 70 anos
13 de novembro de 2017
Certidões de nascimento, casamento e óbito que passam a ter o número de CPF
21 de novembro de 2017

Força-tarefa da Lava Jato em Curitiba se posiciona contra indulto natalino nos crimes de corrupção

A força-tarefa Lava Jato do Ministério Público Federal no Paraná (MPF-PR) encaminhou uma carta ao Conselho Nacional de Política Penitenciária e Criminal (CNPCP), sugerindo alterações na extensão do indulto natalino realizado anualmente pelo presidente da República. Na carta, procuradores reforçam risco de impunidade da grande corrupção identificada na Lava Jato e outras grandes investigações.

O indulto é o perdão das penas de criminosos e, caso mantidos no futuro os critérios do último decreto de indulto (n.º 8.940/16), diversos réus condenados por crimes gravíssimos na Operação Lava Jato cumprirão penas irrisórias. Pelos critérios atuais, “um condenado por corrupção a 12 anos de prisão será indultado após cumprir 3 anos, se for primário. Um condenado por corrupção a 12 anos de prisão, se for primário e tiver mais de 70 anos de idade, será indultado após cumprir apenas 2 anos”.

Leia mais no link https://goo.gl/47VSHv

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *