Quem é renata abreu?

Renata Abreu é mãe, advogada, empresária, presidente nacional do Podemos e deputada federal por São Paulo em segundo mandato, reeleita com mais de 161 mil votos.

É filha de Cristina e do ex-deputado federal José de Abreu​, fundadores do Centro de Tradições Nordestinas (CTN)​, dedicado ao fortalecimento da cultura dessa região na Capital de SP.

Diretora social, Renata realiza múltiplas ações sociais voltadas às famílias carentes.

É autora de mais de 95 projetos de lei e 10 PECs (Propostas de Emenda à Constituição) em defesa da mulher, pela valorização do professor e por uma Educação ​que forme melhor seus cidadãos, entre outros.

Fundou o Podemos​, 1º partido digital do país, onde o cidadão opina e orienta o voto dos parlamentares, ajudando a construir uma Nação mais justa.

 

CURRÍCULO RENATA ABREU

Renata Hellmeister de Abreu é paulista, casada e mãe de dois filhos. É filha do casal Cristina e José de Abreu, tendo no pai, deputado federal por dois mandatos, a inspiração para a vida política. Hoje, Renata Abreu é deputada federal em segundo mandato, reeleita com mais de 161 mil votos.

Renata Abreu iniciou sua carreira em 2009 à frente do CTN (Centro de Tradições Nordestinas). O CTN é uma ONG, fundada pelo seu pai, José de Abreu, que traz em seu DNA a marca da luta pela igualdade e pela defesa da diversidade e preservação da cultura nordestina. Devido ao ataque brutal que a entidade sofreu nos anos 90 de skinheads, criou-se a primeira Delegacia Antirracismo em São Paulo. À frente do CTN, Renata inovou os trabalhos sociais.

Um dos projetos de maior orgulho idealizado por ela é o Vila Social, que oferece alimentação, reforço escolar, atividades culturais e educativas, às crianças carentes, além de alfabetização de adultos, atividades sócio recreativas para idosos, casamentos comunitários e campanhas permanentes de doação de agasalhos e mantimentos.

Além disso, implantou o VivaLeite, cursos de capacitação profissional e o CTN Cidadão, ação que todo mês oferece serviços gratuitos de emissão de documentos, assistência jurídica e trabalhista, avaliação médica, odontológica e oftalmológica dentre outros atendimentos a população.

TRAJETÓRIA POLÍTICA

Em 2018 foi reeleita deputada federal pelo Estado de São Paulo, com mais de 161 mil votos. Uma das deputadas federais mais atuantes no Congresso, é autora de 95 projetos de lei, 10 PECs, além de outras proposituras, totalizando 121 em tramitação na atual legislatura (2019-2022).

Suas principais lutas são Educação e Defesa da Mulher. Na área educacional propõe a inclusão de educação política e direitos do cidadão como matéria obrigatória nos currículos dos ensinos Fundamental e Médio e a valorização dos professores por meio de incentivos fiscais e salariais. Ela tem convicção que a educação é a ferramenta mais poderosa para transformar as pessoas e mudar o País.

Em Defesa da Mulher, é autora da criminalização da importunação sexual, transformada em lei nacional em setembro do ano passado, com pena de até 5 anos de prisão. Outros projetos que objetiva dar mais segurança e preservação dos direitos femininos receberam votação unânime na Câmara dos Deputados.

Em seu primeiro mandato (2015-2018), esteve no centro das principais decisões do Congresso. Foi a líder do partido na Câmara Federal e decidiu junto com a população questões importantes para o país, como o impeachment da presidente Dilma Rousseff e também o prosseguimento das investigações contra o presidente Michel Temer.

Como membro titular das principais comissões da Câmara, presidente da comissão da reforma política e relatora de importantes projetos, Renata Abreu foi a voz dos brasileiros nessas votações.

Como presidente nacional do então PTN (Partido Trabalhista Nacional) iniciou em 2015 um projeto de reestruturação partidária. Transformou o antigo PTN no atual Podemos, fundado em 2017 com a missão de incorporar três pilares: transparência, participação e democracia direta, permitindo às pessoas decidirem os votos de seus parlamentares nas principais questões em discussão no Brasil, por meio de votações online no aplicativo do partido.

O Podemos saiu de 4 para 17 deputados federais e 5 senadores da República, transformando-se no partido que mais cresceu no Brasil. Lançou o senador Alvaro Dias como candidato à presidência da República às eleições de 2018. Encerrado o pleito, o sucesso do projeto Podemos capitaneado por Renata Abreu: 21 deputados estaduais em 12 Estados,11 deputados federais e mantendo a bancada de 5 no Senado (hoje são 8).

2019

2019

Posse como deputada federal por mais 4 anos de mandato.

2018

Reeleita deputada federal com mais de 161 mil votos.

2015

Em fevereiro, Renata Abreu toma posse na Câmara dos Deputados, 12 anos após a passagem de seu pai, José de Abreu, pela Casa.

2014

2014

Renata concorre em sua primeira eleição, disputando o cargo de deputada federal. É eleita com mais de 86 mil votos.

2013

2013

Nasce seu segundo filho, Rafael. Por merecimento, Renata teve seu nome alçado ao posto de vice-presidente nacional do PTN, impondo aos diretórios estaduais o mesmo ritmo implantado durante sua gestão à frente do partido em São Paulo.

2012

Completou mais um importante capitulo de sua formação, concluindo pós-graduação em Direito Eleitoral na Escola Judiciária Paulista, apresentando tese sobre a inconstitucionalidade da divisão do horário de TV e rádio no sistema eleitoral.     Em um ano, o PTN saltou de 40 para 200 diretórios municipais no Estado de São Paulo. Ao final de sua primeira eleição à frente da agremiação partidária,

2011

2011

Renata assume a presidência estadual do PTN-SP, partido que foi refundado por seu tio, Dorival de Abreu, na década de 1990. Desenvolvendo importante trabalho de reestruturação, ela acompanhou in loco a organização do partido nos municípios paulistas.

2010

2010

Renata casa-se com o produtor cultural Gabriel Mello. Nasce o primeiro filho do casal, Felipe. Depois, na Universidade Presbiteriana Mackenzie, Renata forma-se na Faculdade de Direito e, logo em sua primeira inscrição, passa na prova da OAB, tornando-se advogada.   Graças aos expressivos resultados frente à administração dos negócios da família, Renata recebeu do pai a missão de reestruturar o PTN em São Paulo, automatizando os procedimentos e trazendo o partido para o século 21.

2009

A passagem de coadjuvante do trabalho dos pais à agente principal se deu naturalmente. Aos poucos, Renata foi se adaptando à rotina do Centro de Tradições Nordestinas, assumindo o cargo de diretora geral.

2005

2005

Renata debruça nos estudos, para estar bem preparada em seu ingresso no mercado de trabalho. Primeiro, conclui sua primeira graduação, Administração de Empresas, na Fundação Getúlio Vargas (FGV), uma das mais conceituadas universidades do Brasil.

2004

Começa a trabalhar no CTN como assistente de diretoria

2000

Tem sua primeira vivência internacional, residindo por seis meses na França. Aproveita esse e outros períodos de moradia na Europa para aprender e dominar fluentemente cinco idiomas: inglês, francês, italiano, espanhol e, claro, português.

1998

José de Abreu é reeleito e Renata participa ativamente da campanha eleitoral do pai, fazendo ações para promovê-lo em grupos de amigos e nas escolas.

1994

Com 12 anos, seu pai, o empresário José de Abreu, é eleito deputado federal. A política, então, começa a fazer parte de sua vida de maneira muito assídua.

1991

Aos 9 anos, acompanha os pais na fundação do Centro de Tradições Nordestinas (CTN), espaço totalmente dedicado à cultura nordestina dentro da cidade de São Paulo, e passa a fazer parte da rotina do Departamento Social da entidade.

1982

1982

Nascida em 15 de abril de 1982, Renata é a primogênita do casal José Masci de Abreu e Maria Cristina Hellmeister de Abreu.